Déficit de Atenção e a Rotina

Caracterizado principalmente por desatenção, inquietude e impulsividade, no transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), geralmente, os sintomas já podem ser verificados na infância e, por vezes, acompanham o indivíduo até a vida adulta.

Quando identificado na infância, o tratamento do déficit de atenção se faz muito importante o envolvimento dos pais e professores para medidas pedagógicas e comportamentais. O tratamento psicológico tanto para adultos quanto para as crianças tem o propósito de amenizar os insucessos e manter a autoestima.

Na fase adulta, o indivíduo com déficit de atenção pode manifestar comportamentos que prejudicam sua rotina rotina, como frequentemente esquecer-se de pagar contas, erros no trabalho e em casa por desatenção, arrependimento por atitudes tomadas sem pensar e, ainda, dificuldade grande de concentração ao ler um livro ou em reuniões.

Sabe-se que o TDAH não interfere na inteligência de uma pessoa, mas que afeta diretamente a sua rotina. No contexto profissional, alguns portadores de déficit de atenção queixam-se de sua baixa produção em relação ao que se sentem capazes, ou até mesmo em relação aos seus demais colegas. Somado essa percepção do entorno, é comum que adultos venham a desenvolver transtorno de ansiedade e depressão.

Quando evidente, é importante verificar os sintomas com cautela e não encará-los apenas como traços de personalidade, bem como, buscar auxílio de modo a ter maior qualidade de vida.

Artigos relacionados