Fobia Social

Fobia Social

A fobia social, ou transtorno de ansiedade social, é uma patologia na qual o indivíduo experimenta um medo extremo e exagerado ao se expor a pessoas estranhas e/ou situações desconfortantes. Geralmente, as pessoas que são afetadas por esse transtorno entendem que seus medos extrapolam a linha do saudável, mas ainda assim não tem controle sobre o sentimento e passam muitas vezes a evitar situações que desencadeiem essa ansiedade.

Essa crise de ansiedade que passam pode levar o paciente a desencadear ataque de pânico em algumas situações. É comum que essa doença comece a se manifestar durante a infância, quando muitas vezes é confundida com excesso de timidez e traços de personalidade. Sendo assim, há um número grande de pessoas que passam uma vida inteira sofrendo sem saber que possuem a doença.

O ambiente pode ser definitivo para desencadear Fobia Social:

É possível que a fobia social seja gerada em razão de estilos de vida ou convívio com outras pessoas. Há indícios da relação entre a fobia social e o ambiente familiar, quando existem maiores níveis de proteção e autoritarismo exercido por parte dos pais, por outro lado, quanto maior o nível de carinho e autonomia dada aos filhos, menor são as chances de desenvolver a doença.

É comum que pacientes com fobia social passem a evitar as diversas situações que provocam como resposta a ansiedade desagradável, com isso, surge uma sensação de alívio que mescla ao sentimento de culpa por não estar enfrentando o problema. Dessa forma, cada conduta de evitação destes tipos de situação acabam por promover a manutenção da doença, o que requer um tratamento adequado para não permanecer ou evoluir no quadro.

Veja entrevista sobre fobia social.

Artigos relacionados